A atriz Tacy Ramos foi a escolhida para interpretar a cantora Cássia Eller (Foto: Assessoria/Divulgação)
O espetáculo “Cássia Eller – O Musical” será apresentado em Porto Velho na próximo sábado (14) e no domingo (15). A atração destaca a carreira da cantora que foi uma das vozes mais marcantes da Música Popular Brasileira (MPB). A apresentação já foi assistida por mais de 80 mil pessoas, em 14 capitais do país.

Cássia Eller morreu jovem, com apenas 40 anos de idade e 20 de carreira. Ela era caracterizada como uma mulher de poucas palavras, cantora de infinitos sons e uma voz tamanha.

A cantora e atriz Tarcy Ramos, que interpretará Cássia, foi escolhida entre mais de mil candidatas que se inscreveram para as audições.
No musical, amigos que fizeram parte da vida da cantora são retatados por atores, como o cantor Nando Reis e sua companheira Maria Eugênia.

O musical tem direção de João Fonseca e Viniciús Arneiro, idealização de Gustavo Nunes e produção da Turbilhão de Ideias Entretenimento.
O texto é de Patrícia Andrade, que flagra Cássia ainda antes do início da carreira e acompanha toda a sua trajetória musical, dos primeiros passos como cantora em Brasília à explosão nacional.

A autora fez um amplo mergulho na obra de Cássia e entrevistou familiares e amigos, que a ajudaram a construir um mosaico fiel sobre a história da cantora. “Cássia Eller – O Musical” será encenado em Porto Velho dia 14 e 15 de maio (Foto: Assessoria/Divulgação)
A direção musical é de Lan Lanh, que tocou anos com Cássia e tem total propriedade na obra da cantora.

O roteiro passeia desde uma criação autoral quase obscura, como Flor do Sol, até algumas canções que ficaram imortalizadas por ela, como Malandragem (Cazuza/Frejat), Socorro (Arnaldo Antunes/Alice Ruiz) e Por Enquanto (Renato Russo).
A ficha técnica do espetáculo completa-se com os figurinos de Marília Carneiro e Lydia Quintaes, iluminação de Maneco Quinderé, cenários de Nello Marrese e Natália Lana e direção de movimento de Márcia Rubin.

A banda do musical é formada por Felipe Caneca (pianista), Pedro Coelho (baixista), Diogo Viola (guitarrista), Mauricio Braga (baterista) e Fernando Caneca (violonista).
.