Fiscalização ocorreu após denúncia (Foto: SSP/Divulgação)
Aproximadamente 5 mil produtos sem a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) foram apreendidos, na terça-feira (10) durante a operação conjunta realizada na área central de Manaus. A iniciativa foi coordenada pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM) e Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM).
Segundo a SSP-AM os depósitos estavam localizados dentro de um complexo comercial, situado na avenida Floriano Peixoto, no Centro.

A maioria das mercadorias apreendidas é subfaturada. O diretor-presidente do Ipem-AM, Márcio André Brito, afirma que, nesta etapa da operação foram apreendidos, aproximadamente, 5 mil produtos que estavam sendo comercializados de forma clandestina em Manaus, entre os quais, carregadores de celular, carregadores de pilhas e baterias, lanternas e brinquedos.

As empresas autuadas e os responsáveis terão um prazo de dez dias para apresentar defesa escrita junto ao Ipem-AM. As multas variam de R$1.

800 a R$ 1,5 milhão.
O consumidor que identificar possíveis irregularidades em relação aos produtos fiscalizados pelo Ipem-AM, pode entrar em contato com a ouvidoria por meio do 0800 092 2020, no horário de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira ou enviar e-mail:ouvidoriaipem@ipem.

am. gov.

br.
.