Fiscalização teve objetivo de combater crimes ambientais (Foto: Ipaam/Divulgação)
A operação Operação Maíra III, deflagrada pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), constatou diversos crimes ambientais municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão, interior do estado.
De acordo com o órgão, a fiscalização ocorreu período de 25 de abril a 7 de maio, com o objetivo foi atender a denúncias e fiscalizar a Reserva de Desenvolvimento Sustentável – RDS do Rio Negro e Área de Proteção Ambiental – APA Margem Direita do Rio Negro – Setor Paduari-Solimões.
Ao todo foram apuradas 31 denúncias de ilícitos ambientais na região, resultando na lavratura de oito autos de infração, totalizando R$ 51.

930,84; oito termos de apreensão, relativos a duas motosserras, duas caminhões, 23,1 estéreo de lenha, um conjunto empurrador/rebocador com uma balsa e 711 m³ de areia. Além disso, também foram lavrados 3 termos de embargo/interdição, relativos a 5 hectares de área com atividades não autorizadas.

As ações de fiscalização ambiental do IPAAM nesses três municípios vão continuar e se intensificar no decorrer do ano, com o objetivo de salvaguardar os recursos naturais na região e sua utilização sustentável, em razão da grande pressão por ocupação e atividades irregulares. Uma das áreas fiscalizadas pelas equipes (Foto: Ipaam/Divulgação)
.