Materiais recicláveis e lixo foram encontrados na casa de morador. (Foto: Ascom/Prefeitura de Maceió)
Uma operação conjunta da Prefeitura de Maceió retirou mais de 70 toneladas de lixo de um terreno na Rua Gilson Araújo da Silva, localizado no bairro da Santa Lúcia, em Maceió, na manhã desta quarta-feira (20). A ação aconteceu depois de várias notificações e autos de infração contra o proprietário.

O trabalho foi coordenado pela Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum), contando com o envolvimento de equipes da Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU), da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) e de uma guarnição do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA).
De acordo com os registros da Slum, o proprietário, identificado como João da Rocha, foi notificado duas vezes e recebeu três autos de infração desde 2013.

Ele também foi autuado pela SMCCU e pela Sempma, mas não adotou as medidas previstas pelos códigos municipais do meio ambiente, de limpeza urbana e de edificações e urbanismo. O terreno tem aproximadamente 250 m² em uma área completamente aberta, onde estavam sendo acumulados resíduos, entre recicláveis e lixo coletado pelo proprietário na rua.

Durante uma ação de fiscalização, a equipe da Slum constatou, além do montante de entulhos, uma grande quantidade de recipientes com água parada e larvas que devem ser do mosquito Aedes aegypti.
O material recolhido do terreno será doado à Cooperativa dos Recicladores de Alagoas (Cooprel), unidade Benedito Bentes.

.