Aumento do bom colesterol deve-se ao corante do açaí, diz pesquisa (Foto: Abinoan Santiago/G1)
O açaí, produto típico na mesa de muitas famílias amapaenses, pode ser um grande aliado no combate a infartos e doenças no coração, segundo aponta uma pesquisa realizada pelo médico cardiologista Eduardo Costa. De acordo com o estudo, substâncias oxidantes presentes no corante natural do fruto evitam o entupimento de artérias. Eduardo Costa lidera grupo de pesquisa da UFPA  (Foto: Jéssica Alves/G1)
De acordo com o médico, o aumento do bom colesterol deve-se ao corante do açaí, a antocianina, também presente nas uvas.

Mas, para se ter uma ideia, um litro de açaí tem 33 vezes mais antocianina do que um litro de vinho tinto. A substância ajuda a combater a formação de placas de gordura nas artérias, prevenindo doenças cardiovasculares, como o derrame.

“Com isso, as pessoas que tomam açaí  continuamente, têm índice alto do HDL, que é o bom colesterol. Já o mau colesterol foi apresentado em quantidades normais, em comparação com pessoas que não tomam açaí”, destacou Costa.

O médico lidera um grupo de pesquisa da Universidade Federal do Pará (UFPA) que em 2006 iniciou uma investigação de hábitos de moradores da cidade de Igarapé-Mirim, conhecida como a ”capital mundial do açaí’ porque a dieta dos ribeirinhos resume-se basicamente a açaí e peixe cozido.  
Eles fizeram exames clínicos e de sangue em mais de mil pessoas que consomem açaí regularmente e também que não consomem.

“Na nossa região, existem municípios que a população quase não morre de infarto, as causas são outras como doenças, picada de cobra, acidentes, mas não de infarto”, enfatizou o médico. Carlos Renan consome açaí diariamente(Foto: Carlos Renan da Rocha/Arquivo Pessoal)
Os pesquisadores também descobriram outros benefícios, como, por exemplo, a vitamina presente no fruto, que combate o envelhecimento das células, tem mais proteína do que leite e ovo, possui alto teor de potássio, cálcio e também de fibras, que ajudam no funcionamento do intestino.

O médico diz que meio litro de açaí equivale a uma refeição básica com feijão, arroz e carne, pois, segundo ele, o açaí tem alto índice de gorduras e proteínas.
Qualidades como estas fizeram a fama do açaí Brasil afora e fidelizaram consumidores diários, como é o caso do gerente de TI Carlos Renan da Rocha, de 27 anos.

Ele diz que sempre consome açaí no horário de almoço e jantar e que é um costume herdado da avó.
“Quando fico um dia sem tomar, me sinto até mais fraco, mas pode ser por causa do vício, porque não passo um dia sem açaí.

Gosto de comer acompanhando com outras refeições”, disse.
Ele conta que quando soube dos benefícios do açaí, ficou mais motivado a consumir.

“Agora vou tomar mais ainda, principalmente porque previne doenças do coração. Mas, claro, com moderação”, disse.

.