Mais um suspeito identificado como Giandro Silva Santos foi preso, nesta sexta-feira (22), suspeito de ter participado da chacina que matou cinco pessoas, no dia 24 de maio de 2015, em uma casa na Praia de Panaquatira, na orla de São José de Ribamar, Região Metropolitana de São Luís.
Giandro é o sétimo preso suspeito de envolvimento no crime. Outras quatro pessoas já foram presas e, dois adolescentes, apreendidos.

Entenda o casoUm grupo de amigos passava o fim de semana na casa de praia quando o local foi invadido por seis homens armados. Na chacina, cinco pessoas morreram e três ficaram feridas.

Uma das vítimas, o policial militar Max Muller Rodrigues de Carvalho, de 27 anos, reagiu e trocou tiros com os invasores.
O policial, o promotor de eventos Alexsandro Vieira de Carvalho, 36, a estudante Ananda Brasil Meireles, 21, e dois assaltantes morreram no tiroteio.

.