Leanderson Henrique Costa Mendonça, Franciomar Costa Travassos e Wemison Aroucha Amaral são naturais do município de Matinha (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Uma operação em conjunto entre a Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e policiais da Delegacia do município de Matinha, a 222 km de São Luís, conseguiu prender nesta quinta-feira (12), em Matinha, três homens suspeitos de participar da explosão ao caixa eletrônico de Nova Olinda do Maranhão, a 360 km da capital, ocorrido no último dia seis de março deste ano. Segundo informações do superintendente de Investigações Criminais (Seic), o delegado Tiago Bardal, foi preso Leanderson Henrique Costa Mendonça, de 27 anos, Franciomar Costa Travassos, 30, e Wemison Aroucha Amaral, também de 30 anos. Os suspeitos são naturais de Matinha e foram autuados em cumprimento aos mandados de prisão em virtude da participação deles na explosão em Nova Olinda do Maranhão.

“No mês de abril nós tivemos uma explosão ao caixa eletrônico na cidade de Nova Olinda e durante as investigações nós chegamos em três nomes que foi representado pela prisão preventiva. O judiciário deferiu e no dia de ontem os policiais da Seic juntamente com os policiais civis de Matinha conseguimos efetuar a prisão de três integrantes dessa quadrilha que vinha praticando várias explosões aos caixas eletrônicos na região da Baixada”, revelou o delegado.

Ainda conforme o superintendente da Seic, ainda existem mais suspeitos que já foram identificados e eles deverão ser presos nas próximas semanas.
“Ainda tem gente para prender e já foram identificados alguns que atuam em quadrilhas interestaduais e isso dificulta um pouco a investigação porque logo após a ação eles voltam ao estado de origem, mas graças a essa integração que existe entre as policiais hoje nós conseguimos identificar para tentar efetuar a prisão”, finalizou o delegado Tiago Bardal.

.