A Polícia Civil prendeu no início desta semana, no Bairro Pavuna, em Pacatuba, Região Metropolitana de Fortaleza, um homem suspeito de participar do incêndio contra um ônibus na cidade. Na ocasião, o motorista do transporte coletivo teve o corpo queimado. Na casa do suspeito, a polícia encontrou uma arma e R$ 2.

400,00. Segundo a polícia, o estado de saúde do motorista João Bosco Moreira é estável.

Segundo o Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), o motorista está internado na ala do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) e está com queimaduras nas pernas e nos braços. A unidade de saúde não confirmou as informações iniciais de que o motorista estaria com 70% do corpo queimado.

Após o incêndio, equipes do 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros foram acionadas, mas ao chegarem ao local já encontraram o veículo destruído. Ação dos bandidosSegundo o coronel Francisco Souto, duas pessoas pararam o coletivo e pediram para as pessoas descerem do veículo.

Pediram também para o motorista desligar a câmera de segurança, mas não foi possível, já que ela só pode ser desligada na garagem. Revoltados, os bandidos colocaram fogo no ônibus e o motorista acabou sendo atingido.

Sobre o motivo, Souto afirmou que a polícia ainda trabalha com algumas linhas de investigação, mas disse que o trabalho de abordagem que a polícia vem realizando nos coletivos está incomodando os assaltantes. “Fazemos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) abordagens constantes nos ônibus atrás de armas e drogas.

E o nosso trabalho incomoda os meliantes. Não vamos parar com as prisões.

Esses bandidos vão ser perseguidos e presos”, disse. Sequência de ataquesOs demais ataques ocorreram nos bairros Presidente Kennedy, Genibaú, Siqueira, Parque Santa Fé, Aerolândia e Edson Queiroz.

Após os casos, a Secretaria da Justiça e Defesa Social (SSPDS) montou uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar. Durante os trabalhos, foram presas dez pessoas por envolvimento nos ataques aos coletivos e também a prédios públicos e delegacias.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas, mas ao chegarem ao local já encontraram o veículo completamente destruído (Foto: Foto: Arquivo Pessoal)
.