Homens armados com submetralhadora fazem patrulha no teto da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
A ameaça de um ataque ao prédio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Bairro de Fátima, em Fortaleza, fez a polícia reforçar a segurança no local nesta quinta-feira (14). Durante esta manhã, policiais civis armados foram vistos na fachada da delegacia especializada. Os agentes estavam com metralhadoras apontadas para a rua, no intuito de proteger o prédio de um possível atentado.

A informação sobre a ameaça de um suposto atentado contra a DHPP foi feita por um áudio, que foi interceptado pela Polícia Civil. Outros atentadosPelo menos três atentados criminosos ou ameaças foram registrados pela polícia nas últimas 24h no Ceará.

Um dos prédios da Câmara Municipal de Sobral foi atacado na noite de quarta-feira (13). Câmeras de segurança no local registraram quando um homem arremessa coquetéis molotov no prédio, localizado na Praça Dom Jerônimo, no Centro da cidade.

O fogo atingiu uma das salas, mas não houve feridos. Além disso, o muro do órgão também foi pichado com a siglas de uma facção criminosa.

A polícia afirmou que está investigando o caso.
Além da Câmara Municipal de Sobral, criminosos também incendiaram uma antena telefônica no bairro Granja Portugal, em Fortaleza, e destruíram uma outra antena da Oi, localizada em Caucaia.

Ambos os casos aconteceram na quarta-feira e não teve ninguém ferido. Do lado de fora de um dos prédios, foi feito uma pichação dizendo que “essa ação é uma represália à instalação de bloqueadores de celulares no presídio.

Estamos começando”.
O prédio da empresa Contax, na Avenida Borges de Melo, em Fortaleza, passou por uma inspeção dos policiais do esquadrão antibombas, após ameaças de atentados feitas em redes sociais e por telefone.

O acesso ao prédio precisou ser bloqueado, até a conclusão da vistoria. De acordo com a Contax, nenhum artefato explosivo foi encontrado na vistoria, que foi concluída por volta das 18h40.

InvestigaçõesEm nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que investigações sobre os incêndios em antenas de telefonias, nesta quarta-feira, na Caucaia e na Granja Portugal, em Fortaleza, estão em andamento. Sobre a informação repassada à Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) sobre o suposto artefato explosivo que teria sido colocado no prédio que sedia a empresa Oi, como de praxe, a Polícia Civil foi averiguar, entretanto não foi encontrado nada.

A SSPDS esclareceu ainda em nota que está desenvolvendo ações no sentido de combater a criminalidade em todo o Estado. Os agentes de segurança do Ceará atuam visando proteger a vida de todos os cearenses e, para isso, é importante que o cidadão esteja atento e não compartilhe ou divulgue relatos incertos.

O compartilhamento de boatos, além de espalhar pânico infundado, atrapalha a ação da Polícia.
.