Policiais rodoviários federais promoveram ações ostensivas e preventivas em Fortaleza, Russas e Aracati (Foto: Divulgação/PRF-CE)
A Polícia Rodoviária Federal realizou, na noite desta sexta-feira (13), ações de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes em Fortaleza, Russas e Aracati. No Ceará, foram realizadas fiscalizações ostensivas e preventivas em pontos localizados às margens das BRs 116 e 304. Não foram identificados jovens em situação de vulnerabilidade.

As ações, parte da Operação Mapear, aconteceram simultaneamente em outros 11 estados. O foco é o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes, e a proteção de jovens em situação de risco.

Os policiais realizaram abordagens educativas em estabelecimentos comerciais, distribuíram cartazes e panfletos sobre o tema e orientaram os proprietários e frequentadores dos locais da importância do enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes. Identificação dos pontos críticosEm novembro e dezembro de 2015, a PRF levantou, em todo o país, 1.

262 pontos vulneráveis à ocorrência de exploração sexual de crianças e adolescentes (ESCA) nas rodovias federais. Destes, 612 pontos foram considerados críticos e de alto risco.

Em abril deste ano, confirmaram 42 pontos com fortes indícios. O mapeamento dos pontos vulneráveis é implementado pela PRF em todo o país, a cada dois anos, dentro do Projeto Mapear.

Criado em 2003, foi realizado um levantamento de pontos com características que poderiam tornar o local suscetível a ocorrência desse tipo de crime, tais como: iluminação, vigilância, circulação de pessoas, prostituição de adultos, consumo de bebidas, entre outros. O objetivo do projeto foi obter dados e indicadores que pudessem ser estudados e monitorados para que fossem desenvolvidas estratégias em vários setores, visando à prevenção, o enfrentamento e a efetiva proteção de crianças e adolescentes vítimas de abusos e crimes diversos.

.