A queda na produção de soja no sul do Maranhão deve aumentar o número de desempregados na região. Em Balsas, a 810 km de São Luís, cerca de 40 pessoas dão entrada todos os dias na Agência do Serviço Nacional de Emprego (Sine) em pedidos de seguro-desemprego.
A queda na produção de soja que pode chegar até 50 por cento deve aumentar a taxa de desemprego no município.

Segundo o representante da Associação dos Produtores, Isaias Soldatelli, a maioria das fazendas não terá como manter os empregados após a colheita. “A grande admissão por causa dessa estiagem no setor agrícola não aconteceu porque a maioria dos produtores estão colhendo.

O que agente teme é que haja um aumento de demissão e venha agravar mais o problema. Por isso, a gente está trabalhando junto ao governo federal para que venha uma medida dessa pra minimizar os problemas no nosso município”, finalizou.

Queda na produção de soja deve aumentar a taxa de desemprego em Balsas (Foto: Reprodução/TV Mirante)
.