A equipe do “Prosa e Sabor” desembarcou neste sábado (16) em Pitangui, no Centro-Oeste para saborear a “Sopa da Mulher Parida”, prato com quase 300 anos para contar. A receita, feita a base galinha caipira, é tradição e faz parte do cardápio dos botequins da cidade. Tradicional, segundo os moradores, a sopa era oferecida as mães que acabaram de dar a luz para ajudar na recuperação pós-parto.

Atualmente a sopa é usada como tira gosto acompanhada de cerveja e cachaça. Empresário de Pitangui ensina passo a passo da receita (Foto: TV Integração/Divulgação)Natural de Pitangui, o empresário José Haroldo Vasconcelos ensina passo a passo da receita e conta histórias do Munícipio.

Ele contou ao apresentador Gustavo Bicalho que além de muito forte, a receita é um ótimo tira gosto. José ainda disse que a sopa é conhecida em outras regiões do país, mas que em Minas o modo de preparo é diferente.

Para a receita ficar no ponto, tem que ser feita com galinha caipira. “Tem que ser galinha gorda por que tem muita sustância”, contou.

Prosa e sabor Pitangui(Foto: TV Integração/Divulgação)Receita
Uma galinha caipira com ovinhosFarinha de milho o quanto necessário para engrossar o caldoCebolinha (a gosto)Salsinha (a gosto)Pimenta picada sem sementes (a gosto)Arroz com alhoModo de preparo
José Haroldo disse que o modo de preparo da galinha é simples, o primeiro passo é cozinhar a galinha na panela de pressão para a galinha engrossar e o caldo ficar bem gordo. Quando estiver no ponto, despeje a galinha em uma tigela grande e com um garfo ou colher amasse os ovinhos.

O próximo passo é polvilhar cheiro-verdes para temperar a sopa. Em seguida despeje devagar a farinha de milho e misture até o caldo engrossar.

Para finalizar, sirva com arroz branco puxado no alho e bom apetite.
.