Projeto Café da Manhã na Escola contempla 1,9 alunos da rede pública (Foto: Assessoria/Prefeitura de Pimenta Bueno)
Cerca de 1,9 mil alunos da rede municipal de ensino de Pimenta Bueno (RO), município distante cerca de 520 quilômetros de Porto Velho, participam do ‘Projeto Café da Manhã na Escola’ e recebem uma refeição extra diariamente. De acordo com o secretário de Educação Giovany Pulguio, os professores relataram que com a iniciativa os estudantes demonstraram melhora no comportamento, no ânimo e na concentração em sala.
O projeto começou a funcionar no município em maio de 2014 e os alunos além de receberem a merenda escolar, também desfrutam do café da manhã.

  A iniciativa ganhou vida depois que os professores perceberam que os alunos ficavam desanimados e só ganhavam novo fôlego após a merenda escolar.
“Os alunos que não tem condições de comer em casa precisam chegar à escola antes das 7h para que possam aproveitar o café.

Acho que para ter desempenho escolar temos que medir um todo, e estar alimentado com certeza contribui na melhora do aprendizado”, garante a professora da 3ª série Lucinéia Ramos de Jesus.
Ana Clara Pschicky de Oliveira, de 8 anos, cursa a 2ª série e conta que tem mais três irmãos menores e que na hora de sair para a escola a correria é grande.

Por isso acaba não dando tempo de tomar café, mas que todos os dias chega mais cedo para não perder a merenda extra. Projeto Café da Manhã na Escola contempla 1,9alunos da rede pública(Foto: Assessoria/Prefeitura de Pimenta Bueno)
“Cada dia é uma coisa diferente, eles servem chá, pão com manteiga ou com geleia, iogurte e leite com chocolate.

É bem gostoso e eu me sinto melhor quando como pela manhã”, disse a garota.
Maicon Lopes da Silva, de 28 anos, tem dois filhos matriculados em escolas públicas do município.

Como está desempregado diz que não são todos os dias que consegue comprar pão para os filhos, e saber que as crianças não ficam com fome durante o período escolar é gratificante.
“Eles sempre acordam mais cedo para comer na escola antes das aulas.

Eu não sei dizer se o aprendizado deles melhorou, mas eles sempre chegam falando que a comida estava gostosa e quando chegam em casa já estão com a ‘barriguinha’ cheia”, conta o pai.
De acordo com o secretário de educação, muitos alunos não tomam café da manhã, e outros que moram na área rural, chegam a passar até 3h dentro do ônibus para chegar na escola.

Em casos mais sérios, alunos já desmaiaram de fome em sala de aula.
“Ainda não desenvolvemos um índice formal para avaliarmos o desempenho dos alunos após a implantação do projeto, mas os professores nos relatam que é visível a melhora no ânimo ao serem alimentados pela manhã”, afirmou.

Durante o mês são servidas 3. 952 merendas escolares e mais 1,9 mil refeições extras para o café da manhã.

Com o projeto, a prefeitura investiu no ano de 2015, através de recursos próprios mais de R$ 81 mil, e também recebem doações de alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O preparo da alimentação recebe acompanhamento nutricional.

Com a iniciativa, o município de Pimenta Bueno participou da IX edição do prêmio Prefeito Empreendedor promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) na categoria melhor projeto, no qual foi campeão a nível estadual. Agora o município está concorrendo a nível nacional e a cerimônia de premiação será no dia 10 de maio.

.