Centrais de ar não funcionam e janelas são abertas; situação já dura um mês, diz servidora (Foto: Arquivo pessoal)
Crianças internadas no setor de Emergência do Hospital da Criança Santo Antônio, em Boa Vista, sofrem há pelo menos um mês com a falta de ar condicionado nas enfermarias. Uma servidora da unidade disse ao G1 que o problema já dura um mês e não foi resolvido até esta segunda-feira (18).
Conforme a servidora, que prefeiriu não ter o nome divulgado, as centrais de ar do setor de internação de emergência estão desligadas e com defeito.

Nesse parte do hospital, ficam crianças em estado grave geralmente diagnosticadas com pneumonia, bronquiolite, diarréia, vômitos e até convulsões. Janelas abertas expõe as crianças a risco,diz servidora (Foto: Arquivo pessoal)
“É um calor terrível.

As crianças ficam agitadas e não colaborativas”, relata a servidora, acrescentando que para aliviar o calor, familiares levam ventiladores para as salas. “Os ventiladores não são permitidos em ambientes hospitalares, porém não é possível ficar ficar sem com um calor desses”.

Além dos ventiladores improvisados nos leitos, as janelas são abertas para tentar evitar o calor e a entrada de insetos se torna inevitável. O problema já foi levado aos gestores da unidade.

“Já enviamos relatórios citando esse problema para a coordenação do hospital, ou seja, a unidade está ciente da situação. Duvido que se os filhos desses gestores precisassem de internação, iriam passar por isso”, desabafa.

Ainda de acordo com a servidora, a falta de centrais de ar também prejudica os funcionários da unidade. “Precisamos andar sempre com touca, máscara, jaleco.

Não tem ‘cristão’ que aguente o calor”, detalha.
O G1 entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Boa Vista, responsável pelo hospital, mas não obteve retorno.

.