Prefeita Márcia Rosa (PT), de Cubatão) (Foto: Raimundo Rosa / A Tribuna de Santos)
A prefeita de Cubatão (SP), Márcia Rosa (PT), decretou estado de calamidade pública na saúde. Segundo a prefeita, a cidade atende pacientes de outros municípios, também vítimas de acidentes nas rodovias e indústrias, e não tem ajuda financeira do Estado para manter o sistema de Saúde. Decreto foi assinado pela prefeita Márcia Rosa(Foto: Reprodução)
Por meio de nota, a prefeitura informou que o Hospital Municipal de Cubatão irá priorizar o atendimento não emergencial aos pacientes que moram na Cidade.

O objetivo da medida é enfrentar a crise financeira que afeta Cubatão e que vem dificultando o repasse de recursos para a manutenção do Hospital, que depende quase que exclusivamente da Prefeitura. “O contrato de gestão do hospital, sob a responsabilidade da Associação Hospitalar Beneficente do Brasil (AHBB), prevê uma despesa mensal de R$ 4,4 milhões.

O Município responde por cerca de 80% desse recurso”, informa.
Entre as providências que podem ser tomadas com o estado de calamidade estão determinar o fechamento total ou parcial do Hospital Municipal e a convocação de funcionários de outras secretarias para suprir a necessidade de mão de obra nos equipamentos de saúde.

.