Pacientes estão sofrendo com a situação de abandono em que se encontra o único hospital maternidade de Vitorino Freire, a 300 km de São Luís. No local, faltam colchões, medicamentos e os corredores estão às escuras. Até a ambulância da cidade precisa de reparos.

Quem precisa dos serviços do hospital reclama e se revolta com o que presencia no prédio. A dona de casa Amanda Carvalho relata a situação.

“Aqui não tem nada. Você pode ir lá no hospital e ver a situação crítica”.

Edileusa Araújo fala sobre a falta de remédios no hospital. “Nós estamos precisando de um auxílio maior de remédios no hospital.

Das coisas que precisa ter em hospital, porque aqui não tem nada”, disse.
Além de faltar remédios, o hospital não possui acessibilidade.

Na entrada, pacientes com problemas de mobilidade precisam usar a escada, um perigo. “As condições que a gente tem são essas.

Sem o apoio de nada. Não podemos fazer nada”, contou Mateus Cabral, que acompanhava um paciente.

Hospital de Vitorino Freire não possui acessibilidade (Foto: Reprodução/TV Mirante)
Um prédio que abrigaria um outro hospital na cidade está abandonado há 12 anos. O funcionário público Ribamar Lucena se revolta com a situação.

“Qual cidade não gostaria de ter dois hospitais? Mas nós vemos um exemplo desse aqui. O prédio está se acabando”.

Única ambulância do hospital precisa passar porreformas (Foto: Reprodução/TV Mirante)
O promotor Fábio Portela, que preferiu não gravar entrevista, afirmou que já existe um inquérito civil em curso para investigar a falta de medicamentos e a precariedade na estrutura física. O Ministério Público da cidade aguarda uma inspeção da Secretaria Estadual de Saúde.

O prefeito de Vitorino Freire, José Leandro Maciel, informou que o prédio do hospital maternidade é alugado e que a prefeitura não dispõe no momento de recursos para a reforma. Sobre a falta de medicamentos, o prefeito disse que está ciente, mas que os remédios são fornecidos por meio de cinco empresas licitadas.

Prédio que abrigaria outro hospital está abanonado há 12 anos (Foto: Reprodução/TV Mirante)
.