Noivos têm rivalidade entre os times do coração (Foto: Daniel Ribeiro / Arquivo Pessoal)
A memória de infância voltou à tona esta semana para o jornalista Bruno Arce Vaitti, de 29 anos. De casamento marcado para o dia 1º de maio deste ano, ele escolheu o estádio Morenão, em Campo Grande, como palco para o ensaio pré-nupcial com a também jornalista e bacharel em Direito Jucyllene da Silva Castilho, de 30 anos. Casal também homenageia o Operário(Foto: Daniel Ribeiro / Arquivo Pessoal)
“Acredito que a nossa cidade têm muitas praças esportivas, não somente cachoeiras e até locais clichês.

É até uma maneira de divulgar estes lugares, que eu considero muito bonitos. Temos o Morenão, onde eu fiz o ensaio, mas também o Guanandizão e até mesmo o Autódromo, que podem render belas fotos”, afirmou ao G1 o jornalista.

Dois 8 aos 12 anos, ele conta que o passeio favorito era assistir jogos no Morenão, localizado na região sul da cidade. “Eu ia no estádio na época em que não se cobrava ingresso, junto com o meu avô.

Nós criamos uma amizade, um laço muito forte e é até por isso que eu sempre gostei de esportes. Quando houve a minha formação acadêmica, nem imaginava que trabalharia na mesma área”, comentou.

Sobre o estádio, ele diz que fica triste ao vê-lo defasado. “Quando ele foi construído, há 45 anos, tinha uma arquitetura considerada como uma das mais bonitas do país e fico triste ao saber que questões políticas e estruturais interfiram no estádio.

Nós escolhemos aqui também para fazer um resgate e falar do Operário, que é um time que torcemos em comum”, disse.
Durante todo o namoro, o jornalista “alimentou” a rivalidade dos times com brincadeiras.

“Eu torço para o Corinthians e minha noiva para o Palmeiras. Nós explicamos para o fotógrafo toda a nossa história e ele nos surpreendeu positivamente, fazendo fotos tanto na rampa como perto do banco reserva”, relembrou.

Castilha ressaltou que a intenção também era “sair do óbvio”, já que fotos em cachoeiras e parques são considerados comuns pelo casal. “Nós realmente sempre envolvemos os nossos times na história do namoro.

E o fotógrafo comprou a nossa ideia, apesar de que no início ele até dar risada. Mas ficamos satisfeitos com o resultado”.

Na última terça-feira (12), o ensaio ocorreu sob temperatura de 40°C. “Lembro que estava muito quente e também fizemos algumas trocas de roupas, aproveitando o regionalismo e usando roupas sertanejas.

Saiu exatamente como queríamos e até no casamento a nossa rivalidade de times continua, já que o bolo também terá essa surpresa”, finalizou a jornalista. Estádio Morenão é um local de muitas lembranças para o noivo (Foto: Daniel Ribeiro / Arquivo Pessoal)
.