Carlos Alexandre (à esq. ) e Iderlan Lima foram apresentados na manhã desta quarta-feira (20) (Foto: Divulgação/SSP)
Os suspeitos de terem matado três adolescentes em uma casa de União dos Palmares, no último dia 17, foram apresentados durante coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP) na manhã desta quarta-feira (20).
Foram presos Carlos Alexandre da Silva, 18, o “Galeguinho”, apontado como o cabeça do crime, e Iderlan Lima da Silva Júnior, 20.

Além deles, um menor de 17 anos foi apreendido e outro de 16 está foragido.
Segundo o delegado Valter Rocha, o crime teria sido motivado por uma rixa entre o “Galeguinho” e um reeducando do sistema prisional, Luiz Abílio, que teria mandado matá-lo.

“Os dois adolescentes mortos, Paulo Ricardo Amorim, 15, e Gilorvane dos Santos, 16, teriam atirado contra o Carlos Alexandre e um outro adolescente a mando de Luiz Abílio”, disse o delegado ao destacar que a morte dos dois teria sido motivada por vingança.
O crime aconteceu durante a noite, no Conjunto Boa Esperança, na periferia da cidade.

Além dos dois rapazes, Aline de Oliveira, que estava grávida, também foi morta.
“Eles foram até a casa das vitimas armados, e chegando lá até se identificaram como policiais.

Eles invadiram o quarto e não pouparam nem mesmo a adolescente grávida”, disse Rocha. CrimeSegundo informações do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM), por volta de 21h, a casa foi invadida por homens armados com pistola.

Os criminosos deflagraram vários tiros contra as vítimas e fugiram. O caso foi registrado na noite de domingo (17).

Os adolescentes não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Equipes dos institutos de Criminalística (IC) e Médico Legal (IML) estiveram no local para a perícia e remoção dos corpos.

.