Espetáculo terá apresentações em homenagem as divas dos anos 50 aos 90 (Foto: Jonathan Lins/G1)
O palco como uma ferramenta para vencer preconceitos, ganhar visibilidade e se projetar no meio artístico. Esse é o objetivo de um espetáculo criado em 2014 para retirar travestis e transexuais de situações de vulnerabilidade social em Alagoas, o Transhow.
Com meses de preparo, mais de 10 performers entre travestis, transexuais e transformistas farão uma releitura das divas dos anos 50 aos 90, como Donna Summer, Rosana, Tina Turner, Whitney Houston, Carmen Mirandae, Gloria Gaynor, entre outras, no próximo dia 7, no Teatro de Arena.

“A maioria das travestis não tem estudo e continuam nas ruas. As que tem o segundo grau,  não trabalham, já que as empresas não aceitam contratar por causa da aparência”, explicou uma das organizadoras do evento, Natasha Kiss.

Com vestidos e cenários confeccionados pelas próprias participantes, o espetáculo criado pela Associação Cultural das Travestis e Transexuais de Alagoas (ACTTRANS) tenta conquistar espaço para a cultura da arte transformista no estado.
“O show foi criado como meio de interação com o público, para mostrar que as travestis também tem talentos.

É mais uma maneira de quebrar as barreiras para que a população tenha esse contato com a gente”, disse Natasha. ServiçoData: 7 de maio.

Local: Teatro de Arena, no Centro de Maceió (ao lado do Teatro Deodoro). Horário: 20h.

Ingresso: R$ 10 e um pacote de leite, que será doado para a ONG Conviver.  
.