Homens foram apresentados na sede da Derfd (Foto: Indiara Bessa/G1 AM)
Três homens foram presos na tarde desta terça-feira (3) suspeitos de envolvimento em um esquema de estelionato que utilizava nome de supermercado para furtar pneus de lojas em Manaus. Segundo a Polícia Civil, o prejuízo chega a R$ 200 mil.
Arnoldo Barbosa, de 38 anos, Márcio Lima, 35, e Aroldo Gama Leite, 41, foram presos por volta das 16h desta terça-feira na Rua Cambixe, no bairro São José Operário, na Zona Leste de Manaus.

Segundo a polícia, a prisão ocorreu enquanto o trio realizava o transporte de pneus furtados. O delegado informou que o contato era feito via e-mail.

O prejuízo total está avaliado em R$ 200 mil.
“Era uma associação criminosa interestadual que solicitavam frentistas, motoristas que faziam fretes pela cidade para que buscassem os pneus nessas lojas, nessas empresas.

Um dos infratores se passava por um funcionário de um supermercado e a partir daí encaminhava um e-mail para essas empresas solicitando os pneus e por aí as empresas emitiam um boleto para esses criminosos, que fraudavam e acabavam revendendo no mercado externo”, afirmou o delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Adriano Félix.
Outros suspeitos de participação na quadrilha continuam sendo procurados – entre eles, um presidiário e um homem que não está no Amazonas.

O trio preso na terça (3) será encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus. Eles responderão por Associação Criminosa e Estelionato.

  
.