Vale Universidade Indígena vai beneficiar alunos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/UEMS)
A Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho de Mato Grosso do Sul (Sedhast) abre na próxima segunda-feira (25) as inscrições para o programa Vale Universidade Indígena edição 2016.
Segundo a Sedhast, serão oferecidas 172 vagas para alunos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). As inscrições vão até o dia 9 de maio e serão feitas por meio do site da secretaria.

Para acessar a página clique aqui!
Para se inscrever no programa o candidato deve ser indígena, ter renda familiar de no máximo três salários mínimos, residir no estado há pelo menos dois anos, não possuir outro curso superior, estar matriculado em cursos presenciais da UEMS, não ter reprovação em nenhum disciplina do curso e se selecionado para o benefício ter frequência mínima de 80% nas disciplinas cursadas no ano letivo.
O estudante selecionado para o programa deverá realizar como contrapartida atividades com carga horária de 12 horas semanais, cumpridas em escala de quatro horas diárias, no período matutino ou vespertino e de modo compatível com o horário escolar.

O aluno, no cumprimento de suas atividades receberá como benefício social o valor, conforme a Sedhast, de R$ 602,42. Além do benefício social, o beneficiário do programa receberá o valor correspondente a 10% do salário mínimo para o deslocamento até o local designado pela secretaria para o desenvolvimento de suas atividades.

A permanência do acadêmico no programa será de seis meses, podendo haver renovações sucessivas, conforme conveniência administrativa e a avaliação satisfatória do participante em cada semestre letivo.  
A relação dos candidatos habilitados no programa Vale Universidade Indígena será publicada no dia 24 de maio no Diário Oficial do estado e no site da Sedhast.

.