Comércios se aquecem com a chegada do Dia das Mães (Foto: Reprodução/TV TEM)
A Câmara de Dirigentes de Lojistas de Manaus (CDL Manaus) estima que as vendas do Dia das Mães cresçam 2,5% em relação ao ano passado, quando o comércio conseguiu vender 4,8% a mais que 2014. Vestuário continua o item mais presenteado na data, seguido do celular, eletrodomésticos e perfumaria. Segundo o órgão, o Dia das Mães é considerada a segunda maior data para o comércio depois do Natal.

A CDL Manaus informou que o comércio espera arrecadar uma receita bruta superior a R$ 100 Milhões dividido nas diversas intenções de compras, com uma média de compras de R$ 99,80.
De acordo com a pesquisa, o item q mais deve ser dado as mães é o vestuário que soma 16,1%, em seguida, aparece o celular com 12,5%, eletrodomésticos (8,7%), perfumaria (7,6%) e calçados (6,9%).

Segundo a pesquisa do ano passado, estes cinco itens, também, apareceram no topo das intenções de presentes.
Quando a questão é o que as mães gostariam de ganhar de seus filhos, elas responderam à CDL Manaus, que desejam: eletrodomésticos (16,1%), celular (14%), itens de perfumaria (11%), smartphone (10,5%), vestuário (8,2%), joias (6,7%), entre outros itens.

Classe CA pesquisa foi realizada no período de 28 a 31 de março deste ano, com 600 entrevistados. Os dados apontam que a maior participação de consumo neste Dia das Mães é da classe C, com 59% dos entrevistados.

Em segundo lugar com 29,1% a classe B, seguida das outras classes sociais com menor participação.
De acordo com a pesquisa, dos entrevistados 28,5% são empregados do comércio, 24,5% são autônomo ou vive de bicos, 11,3% são estudantes, 10,8% são trabalhadores domésticos, 7,1% estão desempregados, 4,2% são funcionários públicos, 3,3% são aposentado, 3,1% são empresários, 1,4% são profissionais liberais e 0,9% vive de renda.

Os dados da CDL Manaus revelam, ainda, que 66% dos entrevistados vão pagar suas compras em dinheiro, 25% vão usar o cartão de crédito, 5% recorrerão ao cartão da loja, 2% optam pelo crediário e 1% vão usar cartão de débito e cheque.
.