Câmara de Curitiba deve repassar R$ 54 milhões para a Prefeitura de Curitiba (Foto: Dulcineia Novaes/ RPC)
Os vereadores de Curitiba aprovaram, em primeira discussão, nesta quarta-feira (11), a transferência de R$ 53,9 milhões para a prefeitura da cidade. O dinheiro sairá do Fundo Especial da Câmara (FEC), criado para angariar dinheiro para a nova sede da Casa. O texto aprovado não define em que setor o dinheiro deve ser empregado.

O FEC foi criado em 2009 para arrecadar fundos para a reforma da Câmara ou construção de uma nova sede. Os quase R$ 54 milhões correspondem à economia da verba destinada para custeio e manutenção do Legislativo desde então.

As discussões sobre a proposta começaram ainda na terça-feira (10). Ao todo, foram apresentadas 15 emendas.

  A única aprovada foi uma supressiva que retirou do texto a determinação para que o dinheiro fosse empregado nas áreas de infraestrutura e urbanismo. Com isso, o poder municipal poderá definir como avaliar adequado em qual área investir o dinheiro.

Entre as emendas rejeitas está a que previa que o repasse ocorresse apenas em novembro, após o período eleitoral. Durante a sessão, o vereador Jorge Bernardi (PDT) pediu que os colegas votassem favoráveis à emenda para evitar que o dinheiro fosse utilizado politicamente.

“Quem esperou quase oito anos, pode esperar mais alguns meses. Aqueles credores [da prefeitura] que estão sem receber poderão esperar mais alguns meses”, argumentou de Bernardi não surtiu efeito.

Foram 21 votos contrários à emenda, oito favoráveis e uma abstenção. Também foi rejeitada a emenda que previa que a Prefeitura de Curitiba prestasse contas sobre o recurso.

A segunda votação do projeto de lei deve ocorrer na segunda-feira (16). Quer saber mais notícias do estado? Acesse o G1 Paraná.

.