Novo posto terá alojamentos, sala, cozinha e celas na comunidade da Zona Rural (Foto: Divulgação/PM)
Uma ação voluntária de policiais, comunidade e empresários está reconstruindo a base da Polícia Militar (PM) no distrito rural de Maruanum, a 60 quilômetros de Macapá. O local foi incendiado em 2009 durante uma confusão após uma festa e desde então os militares moravam em casas alugadas e os presos eram trazidos para a capital.
Materiais, como tijolos, telhas, cimento e areia, foram doados e a construção é executada pelos moradores e militares fora do horário de serviço.

Apesar do patrulhamento estar sendo realizado na comunidade e na região, houve a iniciativa de se reativar a base. Doação de empresários e da comunidade é usada na obra da base (Foto: Divulgação/PM)
A obra foi iniciada no fim de 2015, e não tem previsão de término, pois depende da doação e custeio dos materiais.

O comandante da base, que é vinculada ao Batalhão de Policiamento Rural (BPRU), detalha que o prédio vai ter sala, cozinha, celas, banheiros e alojamentos.
“Esse trabalho começou com o antigo subcomandante.

A obra é uma parceria da comunidade com o batalhão. Estamos conseguindo material com empresários, a própria população e o comando também está conseguindo.

Estamos construindo devagar após o incêndio”, falou o tenente da PM Geovane da Silva.
A base do distrito conta fixamente com três policiais militares e atende às comunidades de Maruanum, Alto Pirativa, Conceição, Torrão, Simião, São Raimundo, São José, São Tomé, Santa Maria, Fátima, Santa Luzia, entre outras ao longo do rio Maruanum.

Construção voluntária iniciou em dezembro de 2015 por moradores e militares (Foto: Divulgação/PM)
.