O terminal do aeroporto de Zaventem em Bruxelas, na Bélgica, é visto após explosões em fotos não datadas disponibilizada nesta terça (29) pelo jornal belga Het Nieuwsblad. Os atentatos de 22/03 no aeroporto e metrô deixaram 32 mortos e mais de 300 feridos (Foto: Divulgação/Reuters)
O aeroporto de Bruxelas, fechado desde terça-feira (22) por causa dos atentados, está “tecnicamente pronto” para retomar parcialmente suas operações. Porém, não haverá “voos de passageiros até a noite de sexta-feira (1º)”, indicou o operador Brussels Airport em um comunicado.

“A última etapa para retomar as atividades é uma aprovação formal por parte das autoridades políticas”, acrescenta, razão pela qual ficou decidido “não organizar voos de passageiros certamente até sexta-feira”.
A retomada das atividades seria apenas de 20% da capacidade aeroportuária normal, ou seja, a possibilidade de registrar as bagagens de entre 800 a 1.

000 pessoas por dia.
A área de desembarque do Zaventem foi devastada por por duas explosões.

Nos útlimos dias, estava prevista uma simulação para testar as instalações temporárias de registro de bagagens, com a presença dos 800 funcionários do aeroporto.
Imagens divulgadas logo após os atentados mostram vidros quebradios e muitos destroços.

Os policiais reclamam da falta de segurança do aeroporto, de acordo com o jornal belga “Le Soir”.
.

Fonte: G1