Um norte-americano que estava desaparecido em Bruxelas, na Bélgica, após os atentados terroristas no aeroporto e no metrô da cidade está entre as vítimas fatais dos ataques, informou no sábado (26) seu empregador.Foto mostra Justin Shults e sua mulher, Stephanie Moore Shults (Foto: Stephanie Moore Shults/Reuters)
Justin Shults morreu no ataque do aeroporto de Bruxelas. Havia sido considerado desaparecido junto com sua esposa, Stephanie, após sua sogra o ter deixado no terminal aéreo, informou a empresa que o contratava, Clarcor, em um comunicado publicado na internet.

“Nos inteiramos hoje de que Justin Shults morreu no bombardeio no aeroporto de Bruxelas”, disse a empresa, que acrescentou que “ainda não há notícias sobre a esposa de Justin, Stephanie”.
A imprensa americana citou uma mensagem no Twitter do irmão de Shults, Levi Sutton, que também confirmou a morte.

“Nos inteiramos hoje de que covardes levaram a vida de meu irmão a poucas semanas de ele fazer 30 anos”, afirmou a mensagem postada no sábado.
“Fui abençoado de ter Justin como irmão mais velho.

Ele era inteligente, amável e generoso”, acrescentou.
O casal vivia em Bruxelas desde 2014, informou a Clarcor.

Ambos eram contadores, segundo o canal NBC.
Na sexta-feira, o Departamento de Estado confirmou que dois americanos tinham morrido nos atentados de Bruxelas na terça-feira e que outros co-nacionais estavam desaparecidos.

.

Fonte: G1