O governo de transição na Síria deve reunir as forças pró-regime e a oposição, disse nesta quarta-feira (30) o presidente sírio, Bashar al-Assad, em uma entrevista à agência de notícias pública russa Ria Novosti.
Seria “lógico que as forças independentes, assim como as forças de oposição, e as que são leais ao poder, estivessem representadas”, disse Assad.
O presidente sírio também afirmou que os danos materiais provocados no país pela guerra desde seu início, em 2011, superaram os 200 bilhões de dólares.

“As perdas econômicas e a destruição das infraestruturas ultrapassaram os 200 bilhões de dólares”, disse Assad.
Ele acrescentou ainda que, embora os problemas econômicos possam ser resolvidos quando a situação se tornar mais estável, reparar as infraestruturas “levará muito tempo”.

.

Fonte: G1