Homem feriu quatro pessoas com uma faca na estação Grafing, na sul de Munique, na Alemanha (Foto: Reuters TV)
O autor de um ataque com faca que deixou um morto e três feridos na terça-feira (10) no sul da Alemanha foi colocado nesta quarta-feira (11) em um hospital psiquiátrico, informou a polícia.
O exame médico do alemão de 27 anos revelou que ele “sofre de uma doença psiquiátrica” e que a sua responsabilidade penal “foi, no mínimo, alterada”, forçando a justiça a optar pela internação, segundo a polícia bávara.
O carpinteiro desempregado esfaqueou quatro homens na terça-feira nas primeiras horas do dia, o primeiro num trem, o segundo sobre a plataforma da estação ferroviária de S-Bahn de Grafing, perto de Munique, e os dois últimos fora da estação.

Um homem de 56 anos morreu em razão dos ferimentos. Os feridos têm 58, 43 e 55 anos.

Segundo os investigadores, o suspeito admitiu ter gritado “Deus é grande” em árabe e “vocês, os incrédulos, vocês devem morrer” durante o ataque, o que fez as autoridades considerarem num primeiro momento uma motivação islâmica.
Mas suas declarações confusas rapidamente lançaram dúvidas sobre a hipótese e a polícia descartou na terça-feira a pista terrorista, referindo-se a “problemas psicológicos e de drogas” do suspeito.

“É um psicopata completamente doido”, afirmou um inspetor sob condição de anonimato.
O agressor já havia chamado a atenção da polícia alguns dias antes por seu comportamento estranho em outra região da Alemanha.

Ele foi analisado na ocasião por um psiquiatra, de acordo com investigadores.
.

Fonte: G1