Bernie Sanders acena para eleitores durante comício na Big Sandy Superstore Arena, em Huntington, West Virginia, na terça (26) (Foto: John Sommers II/Getty Images/AFP)
O pré-candidato democrata Bernie Sanders prepara uma drástica redução de sua equipe de campanha depois de quatro derrotas ante Hillary Clinton, para concentrar-se nas primárias que ainda restam e tentar influenciar a agenda do Partido Democrata.
Em declarações ao jornal New York Times, o senador afirmou que o número de empregados de seus comitês de campanha que deverão ser removidos chega a centenas.
Na terça-feira, Hillary teve uma vitória categórica nos estados de Connecticut, Delaware, Pensilvânia e Maryland, e Sanders venceu apenas no pequeno estado de Rhode Island.

Hillary está a um passo de conseguir o número necessário de delegados para liquidar a questão, e agora Sanders aposta todas suas fichas nas 14 primárias que estão por vir, principalmente na da Califórnia, prevista para 7 de junho.
“Não necessitamos de pessoas agora em Connecticut.

Precisamos de gente em Maryland. De forma que vamos redistribuir nossos recursos pelas 14 prévias que ainda faltam”, explicou Sanders.

.

Fonte: G1