O governador da Carolina do Norte, Pat McCrory, durante entrevista nem Raleigh, na terça (12) (Foto: AP Photo/Gerry Broome)
A Carolina do Norte voltou atrás nessa terça-feira (12) em uma lei considerada discriminatória com a comunidade transgênero. O governador desse estado do sudeste americano cedeu ao boicote de cada vez mais celebridades e empresas.
Em uma mensagem de vídeo, o governador republicano Pat McCrory disse que restringiu por decreto o alcance do polêmico texto, promulgado no final de março.

A legislação obriga as pessoas a usarem banheiros públicos que correspondam a seu sexo de nascimento, e não à sua identidade de gênero.
A lei continua sendo válida nas escolas e nos prédios públicos, afirmou McCrory.

“O setor privado é livre para aplicar suas próprias regras em relação aos banheiros, aos vestiários e aos chuveiros”, acrescentou.
.

Fonte: G1