Refugiados e imigrantes durante desembarque na ilha de Lesbos, na Grécia (Foto: REUTERS/Alkis Konstantinidis)
A Grécia realizará na segunda-feira (4) a primeira devolução de um grupo de 500 migrantes à Turquia em virtude do acordo alcançado há dez dias entre a União Europeia e o governo de Ancara, indicou nesta quinta-feira (31) uma fonte europeia.
“Há um compromisso por parte da Turquia e da Grécia para devolver 500 pessoas à Turquia em 4 de abril, a menos que haja um problema de última hora”, indicou esta fonte, que pediu o anonimato.
Serão retornados os “sírios que não pediram asilo, afegãos e paquistaneses”, acrescentou o oficial, confirmando que é a primeira vez que será aplicado de fato o acordo selado pela União Europeia entre os dois países.

Ele não especificou em quais das cinco ilhas do Mar Egeu que atualmente abrigam refugiados e migrantes a operação vai ocorrer, nem se ela será por mar ou por ar.
Em Bruxelas, a porta-voz da União Europeia Natasha Bertaud confirmou que a segunda-feira será o “dia alvo” do novo esquema.

Uma fonte do governo grego disse que os retornos ocorrerão “muito provavelmente” de Chios ou Lesbos – as ilhas que têm concentrado a maior parte de chegadas da Turquia e nas quais milhões de migrantes são mantidos em centros de registro superlotados.
.

Fonte: G1