Escrava Harriet Tubman em imagem de arquivo (Foto: REUTERS/Library of Congress)
A escrava Harriet Tubman substituirá o presidente Andrew Jackson nas notas de 20 dólares, no que constitui a primeira vez em que uma mulher negra figurará na moeda americana, informou nesta quarta-feira (20) um funcionário do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, segundo a agência de notícias France Presse e a rede CNN.
A decisão foi tomada depois que o Tesouro ficou sob pressão para colocar a imagem de uma mulher em outra nota; a de 10 dólares, que tem a figura do primeiro secretário do Tesouro, Alexander Hamilton.Em maio de 2015, Tubman foi a favorita de uma campanha chamada “Women on 20s” que reuniu mais de 600 mil votos de americanos que pediam para que uma mulher tivesse sua imagem em cédulas de US$ 20.

A campanha divulgou uma imagem de simulação de como seria a nota de US$ 20 com a imagem de Tubman.Simulação de uma cédula de US$ 20 com Harriet Tubman (Foto: Divulgação/Women on 20s)
Nascida escrava e conhecida por sua luta abolicionista, seu ativismo humanitário e por ter sido uma espiã da União durante a Guerra Civil dos EUA, Tubman também lutou em defesa do voto feminino.

Desde 1928, as notas de US$ 20 são estampadas com o rosto de Andrew Jackson, o sétimo presidente dos Estados Unidos, que governou o país de 1829 a 1837.Nota de US$ 20 tem imagem do presidente Andrew Jackson desde 1928 (Foto: REUTERS/Bureau of Engraving and Printing)
.

Fonte: G1