Homem que seria Amedy Coulibaly aparece em vídeo reivindicando o ataque que matou um policial e dizendo que ajudou os irmãos Kouachi (Foto: Reprodução/YouTube/Ak Vidéo)
A polícia espanhola prendeu um suspeito de fornecer armas para Amedy Coulibaly, que matou quatro judeus e um policial em um supermercado na região pariense, em janeiro de 2015. A informação foi divulgada pelo ministro do interior espanhol nesta quarta-feira (13), de acordo com a Reuters. 
Em um pronunciamento, ele anunciou a prisão em Málaga de um homem de 27 anos, vindo de Sainte Catherine, na França.

A operação contou com a participação de policiais franceses.
Coulibaly foi morto após atacar o supermercado judeu.

Caso ocorreu dias depois de dois outros atiradores dispararam em 12 pessoas na rua e na sede do jornal Charlie Hebdo, em Paris. Ele aparece em um vídeo publicado na internet reivindicando o ataque que tirou a vida de uma policial na quinta-feira (8) em Montrouge e alegando ser membro do Estado Islâmico.

.

Fonte: G1