O.J. Simpson comparece a um tribunal norte-americano em 1997 (Foto: Hector Mata/AFP/Arquivo)
Testes descartaram que uma faca supostamente encontrada na antiga casa do ex-jogador O.

J. Simpson tenha sido usada nos assassinatos de 1994 pelos quais ele foi inocentado no “Julgamento do Século”, disse o Departamento de Polícia de Los Angeles nesta sexta-feira (1º).

“Nós não sabemos se isso é uma farsa, mas não há ligação com os assassinatos, com base nos testes que fizemos”, afirmou em entrevista o capitão da polícia Andrew Neiman.
Especialistas conduziram teste de DNA, entre outros, na lâmina, depois que o objeto foi entregue à polícia por um policial aposentado recentemente.

A polícia não quis dizer quando recebeu a faca.
O policial aposentado afirmou a investigadores que ele havia recebido a faca de um trabalhador de construção, que, por sua vez, disse que a encontrara na propriedade de Simpson em Brentwood, em Los Angeles, quando a casa estava sendo demolida em 1998.

Nicole Brown Simpson, ex-mulher de Simpson, e o amigo dela Ronald Goldman foram mortos a facadas no dia 12 de junho de 1994, no condomínio dela, a alguns quilômetros do local.
A arma do crime não foi recuperada na época do julgamento, que foi transmitido ao vivo pela TV nos Estados Unidos e parou boa parte do país.

.

Fonte: G1