Manifestantes protestam pela democracia em Nova York (Foto: Lívia Sá/Arquivo pessoal)
Manifestantes contrários ao impeachment da presidente Dilma Rousseff protestam na manhã desta sexta-feira (22) na sede da ONU, em Nova York. A presidente vai discursar na cerimônia em que os países assinam acordo sobre mudanças climáticas fechado em dezembro do ano passado em Paris, durante a COP 21. A expectativa é a de que ela denuncie o processo de impeachment como um golpe.

Segundo a Globonews, manifestantes contrários ao impeachment também protestam perto da sede da ONU.
Cerca de 100 pessoas levam cartazes contra o “golpe” e flores.

Outras faixas pedem mais democracia e “fora Cunha”, em referência ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), réu em processo de corrupção.
A sede da ONU está cercada e os manifestantes percorrem as ruas nos arredores do prédio.

“Nós estamos aqui, um grupo de brasileiros de artistas, trabalhadores estudantes reunidos no comitê ‘Defend Democracy in Brazil’ para mostrar ao mundo, aos governantes, aos líderes mundiais o que está acontecendo no brasil é um golpe à democracia. Não existe crime, existe golpe no Brasil”, diz a manifestante Myriam Marques.

Manifestantes contrários ao impeachment de Dilma protestam em NY (Foto: Lívia Sá/Arquivo pessoal)Manifestantes protestam pela democracia em Nova York (Foto: Lívia Sá/Arquivo pessoal)
.

Fonte: G1