Família usa pasta de dente no rosto como proteção contra o gás lacrimogêneo. Dezenas de pessoas ficaram feridas na fronteira da Grécia com a Macedônia neste domingo (10) (Foto: Bulent Kilic/AFP)
Dezenas de migrantes ficaram feridos neste domingo (10) em Idomeni, quando a polícia da Macedônia usou gás lacrimogêneo contra um grupo de pessoas que tentaram forçar a barreira na fronteira a partir da Grécia, afirmou a ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF).
“Dezenas de pessoas ficaram feridas, sofrem sobretudo problemas respiratórios.

Três delas foram levadas para o hospital de Kilkis”, uma cidade próxima do norte da Grécia, declarou à AFP Achileas Tzemos, diretor da MSF.
Tzemos afirmou ainda que alguns migrantes ficaram feridos por balas de borracha, mas a polícia macedônia negou o uso deste tipo de material.

“Utilizamos produtos químicos autorizados e nenhum tipo de bala”, declarou à AFP Liza Bendvska, porta-voz da polícia macedônia.
A polícia da Macedônia afirmou que três agentes ficaram levemente feridos no incidente.

“Os policiais usaram gás para sua proteção e para proteger a fronteira quando um grupo de migrantes tentou destruir um alambrado na fronteira”, afirmou à AFP Toni Angelovski, porta-voz do ministério do Interior.
Os incidentes começaram de manhã, quando alguns dos 500 migrantes que exigiam a abertura da barreira tentaram forçar o alambrado.

Eles jogaram pedras contra os policiais macedônios, que responderam com gás lacrimogêneo.
Os migrantes protestaram depois dos boatos dos últimos dias de que a Macedônia abriria a fronteira
Há um mês, mais de 11.

000 refugiados acampam em condições miseráveis na fronteira e pedem sua abertura.
A fronteira permanece fechada desde o início de março, quando os países da chamada rota dos Bálcãs, pelos quais passavam os migrantes a caminho da Alemanha ou do norte da Europa, decidiram fechar suas portas.

O governo grego tentou convencer os migrantes de Idomeni a seguir para os centros de abrigo da região, mas não obteve o resultado esperado. Muitos preferiram permanecer em Idomeni, à espera da Macedônia eventualmente abrir a fronteira.

Refugiados fogem do gás lacrimogênio lançado pela polícia da Macedônia em Idomeni, na Grécia, na fronteira entre os dois países (Foto: Bulent Kilic/AFP)Policias da Macedônia durante ação na fronteira com a Grécia (Foto: Robert Atanasovski/AFP)
.

Fonte: G1