Manifestantes são detidos em frente ao Capitólio, em Washington, na segunda (11) (Foto: Mark Wilson/Getty Images/AFP)
Centenas de manifestantes se reuniram em frente ao Capitólio, em Washington, para um protesto contra a influência do dinheiro na política. Mais de 400 pessoas foram detidas pela força policial do Capitólio.A manifestação foi parte da série de protestos “Primavera da Democracia”, planejada para esta semana em Washington por uma coalizão de grupos.

Os manifestantes cantaram slogans como “uma pessoa, um voto” e “dinheiro fora da política” enquanto sentavam na frente leste do Capitólio. Um dos cartazes tinha a inscrição “As coisas são melhores sem Koch”, uma referência aos bilionários empresários David e Charles Koch, que prometeram liderar uma campanha de quase US$ 900 milhões para apoiar candidatos de sua preferência nas eleições deste ano.

Os manifestantes também protestaram contra leis estaduais de identificação de eleitores, dizendo que elas reprimem a participação popular. Outro coro reclamava dos “superdelegados” democratas – figuras do partido, incluindo membros do Congresso, que têm direito a voto na Convenção Nacional Democrata, mas não são eleitos em primárias ou caucuses.

Manifestantes participam de protesto em frente ao Capitólio, em Washington, na segunda (11) (Foto: Mark Wilson/Getty Images/AFP)
A polícia conduziu dezenas de manifestantes, com algemas plásticas, a ônibus e vans, provocando reações de dois grupos, que foram separados por um grande contingente policial.A Polícia do Capitólio disse que mais de 400 pessoas foram detidas por atividade de manifestação ilegal.

Muitos dos participantes do protesto marcharam da Filadélfia até Washington ao longo da semana passada.
.

Fonte: G1