O juiz Sérgio Moro e sua mulher, Rosângela, chegam à cerimônia da Time, em Nova York, na noite de terça (26) (Foto: Candice Carvalho/GloboNews)
O juiz federal Sérgio Moro participa na noite desta terça-feira (26) de uma homenagem da revista americana “Time” às cem pessoas citadas pela publicação como “as mais influentes do mundo”.
Ao chegar à cerimônia de homenagem, em Nova York, Moro disse que ter seu nome na seleção “honra muito a instituição, o trabalho institucional”. Ele também afirmou que “é reconhecimento também que o Brasil toma passos importantes na prevenção e no combate à corrupção.

Nessa perspectiva acho muito positivo”.
Moro é o único brasileiro citado na relação deste ano, divulgada na quinta-feira (21).

Ele está na categoria “Líderes”, ao lado de nomes como Barack Obama, François Hollande, Angela Merkel, Vladimir Putin e Kim Jong Un.
Segundo o texto que descreve o juiz paranaense, no Brasil ele é chamado de “SuperMoro” e tem o nome cantado nas ruas “como se fosse uma estrela de futebol”.

“Mas Sérgio Moro é apenas um juiz, embora um que trabalhe num escândalo de corrupção tão grande que poderia derrubar uma presidente — e talvez mudar uma cultura de corrupção que há muito tem prejudicado o progresso de seu país”, diz a “Time”.
“Moro tem sido acusado de ignorar o devido processo legal, e ele tem estado mais do que disposto a avaliar seus casos no tribunal da opinião pública.

Mas a maioria dos brasileiros sente que suas táticas de ‘cotovelos afiados’ valem a pena por um país mais limpo”, prossegue a descrição da revista.
Recentemente, a revista “Fortune”, também dos EUA, apontou Moro como o “13º líder mais influente para transformar o mundo”.

A lista da “Time” não tem ordem definida. Além de Moro e dos líderes citados anteriormente, ela inclui figuras internacionais de peso, como Mark Zuckerberg, Usain Bolt, Leonardo DiCaprio e Papa Francisco.

Site da revista ‘Time’ com o juiz Sérgio Moro (Foto: Reprodução/Time Magazine)
.

Fonte: G1