Esta lista tem atualizações até o fim do dia. Acompanhe.O ex-presidente Lula em ato pró-Dilma no Ceará (Foto: José de Araújo Filho/Futura Press/Estadão Conteúdo)
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomendou ao STF a anulação da nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil.

Janot vê elementos de “desvio de finalidade” no ato, o suficiente “para declarar nulidade do decreto presidencial”.Lula depôs por 2h a procuradores da Lava Jato na sede da PGR, em Brasília.

O sítio frequentado pelo ex-presidente em Atibaia foi furtado, segundo a polícia. Garrafas de vinho e charutos foram furtados e 2 suspeitos foram detidos – há a suspeita que 1 fugiu.

A Andrade Gutierrez usou propina para fazer doações legais às campanhas de Dilma em 2010 e 2014, segundo dois ex-executivos presos na Lava Jato.
Ambos fizeram acordo de delação premiada, que foi validado pelo ministro do STF Teori Zavascki.

Coordenador financeiro da campanha de 2014 e atual ministro da Comunicação, Edinho Silva negou a denúncia.O vice-presidente, Michel Temer, chega a seu gabinete em Brasília (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)
Presidente da Câmara, Eduardo Cunha recorreu da ordem dada pelo ministro do STF Mauro Aurélio Mello para iniciar processo de impeachment do vice-presidente, Michel Temer.

Cunha pediu indicações para formar a comissão especial, mas deputados do PMDB se recusam a participar, segundo o líder do partido na Câmara.Para o autor de pedido contra Temer, Cunha agiu com “excesso de poder” ao negar seu pedido – por isso recorreu ao STF.

Entenda os argumentos do pedido contra Temer.Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seria o destinatário final de um repasse de US$ 5,1 milhões, afirmou o doleiro Leonardo Meirelles em depoimento ao Conselho de Ética da Câmara.

Ele é delator da Lava Jato e foi sócio de Alberto Youssef.
Segundo Meirelles, há comprovantes bancários do valor.

Ele trocou os US$ 5,1 milhões por reais e o entregou em espécie a Youssef – que disse que Cunha seria o destinatário final. Cunha disse não ter “absolutamente nada a ver” com o dinheiro.

Confronto entre integrantes do MST e policiais militares ambientais deixou 2 mortos em Quedas do Iguaçu, no sudoeste do Paraná. A PM diz que há 6 feridos, mas o MST cita 22 integrantes atingidos por disparos de arma de fogo.

A jornalista Miriam Dutra chega ao prédio da Polícia Federal, em SP, para depor a respeito da remessa de dinheiro que afirmou ter recebido do ex-presidente FHC (Foto: Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo)
A jornalista Miriam Dutra prestou depoimento na sede da PF em São Paulo, em inquérito que investiga “eventuais ilícitos criminais” cometidos pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.
Em entrevista ao jornal “Folha de S.

Paulo”, em fevereiro, a jornalista, que até 31 de dezembro do ano passado foi colaboradora da TV Globo por 35 anos, fez denúncias contra o ex-presidente FHC e comentou o relacionamento extraconjugal que manteve com ele.O ministro do STF Gilmar Mendes, que assumirá a presidência do TSE (Foto: Nelson Jr.

/Assessoria STF)
O ministro do STF Gilmar Mendes foi eleito o novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele assume em maio e ocupará o posto até fevereiro de 2018.

Luiz Fux será o vice.Quase 1/3 dos jovens entre 18 e 24 anos toma refrigerante todos os dias no Brasil, segundo pesquisa do Ministério da Saúde.

Ela aponta também que 28,5% comem doces em excesso.O diretor do FBI, James Comey, em audiência em Washington (Foto: Joshua Roberts/Reuters)
O método encontrado pelo FBI (a polícia federal dos EUA) para desbloquear um iPhone 5c usado por um dos atiradores de San Bernardino não funciona em modelos mais novos do celular da Apple, segundo o diretor da instituição.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decretou feriado às sextas-feiras durante os próximos 2 meses, como parte de um plano para poupar energia elétrica diante da severa seca provocada pelo fenômeno El Niño.
O país viveu uma dura crise energética em 2010 e ainda sofre constantes apagões, especialmente nas províncias.

O presidente argentino, Mauricio Macri, após posse no Congresso Nacional (Foto: Marcos Brindicci/Reuters)
A procuradoria federal da Argentina abriu investigação sobre a participação presidente do país, Mauricio Macri, em duas empresas offshore – uma delas revelada na investigação mundial “Panama Papers”.
O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, admitiu ter possuído ações de um fundo de investimento offshore criado por seu pai, Ian Cameron, falecido em 2010, mas afirmou não ter “nada que esconder”.

O presidente russo, Vladimir Putin, rejeitou que existam “elementos de corrupção” entre as pessoas de seu círculo mais próximo citadas nos “Panama Papers”. “Que elementos de corrupção? Não há nenhum”, afirmou Putin.

Ter uma empresa em um paraíso fiscal no exterior (offshore) não é ilegal, desde que ela seja declarada no Imposto de Renda. Milhões de documentos do escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca foram divulgados pelo caso “Panama Papers, revelando contas no exterior de 72 chefes e ex-chefes de estado, políticos, empresários e celebridades do mundo inteiro.

No Brasil, o vazamento revelou 107 offshores ligadas a alvos da Lava Jato.Quer saber mais? Veja as principais notícias do G1 nesta quinta (7).

.

Fonte: G1