Sul-coreanos assistem à transmissão de lançamento de um míssil balístico da Coreia do Norte, neste domingo (24) (Foto: AP Photo/Ahn Young-joon)
O teste com um míssil balístico lançado por um submarino da Coreia do Norte é “extremamente perturbador” e a Organização das Nações Unidas (ONU) exorta Pyongyang a “cessar qualquer provocação adicional”, disse o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, nesta segunda-feira (25).
A Coreia disse que o teste de míssil que realizou no sábado foi um “grande sucesso” que proporcionou “mais um meio para um poderoso ataque nuclear”.
Dujarric afirmou aos repórteres que o teste de míssil foi “extremamente perturbador, já que constitui outra violação de resoluções relevantes do Conselho de Segurança”.

No domingo, o Conselho de Segurança da ONU criticou o teste e expressou temores sérios de que tais atividades tenham contribuído para o desenvolvimento de sistemas de disparo de armas nucleares do isolado país comunista.
O míssil balístico lançado por um submarino foi o mais recente de uma série de demonstrações de poderio militar dos últimos tempos iniciadas em janeiro, com o quarto teste nuclear norte-coreano, e incluiu o lançamento de um foguete de longo alcance em fevereiro.

Os testes aumentaram a tensão na península coreana e irritaram a China, aliada de Pyongyang. Em março, os 15 membros do Conselho de Segurança impuseram novas e severas sanções à Coreia do Norte para impedir o acesso do regime a fontes de financiamento para seu programa de armas atômicas.

.

Fonte: G1