Imagem de arquivo mostra Shahbaz Taseer emagosto de 2009 em Lahore, no Paquistão(Foto: REUTERS/M. Abid/Files)
Um paquistanês libertado em março depois de quase cinco anos de cativeiro em mãos dos talibãs causou um grande interesse entre os internautas com o relato no Twitter de sua experiência e do reencontro com sua esposa.
Com a hashtag #AskST, milhares de internautas fizeram perguntas a Shahbaz Taseer e sua esposa Maheen.

Taseer foi sequestrado em Lahore, em agosto de 2011, meses depois do assassinato de seu pai, Salman Taseer, governador liberal da província de Punyab.
Ele foi libertado em março e só aceitou ser entrevistado pelo Twitter.

Um internauta perguntou qual foi a primeira coisa que disse à esposa e ele respondeu: “Eu te disse que voltaria”.
Sobre se os talibãs pediram que se unisse a eles, brincou: “Não, não gostaram do meu estilo”.

O humor não oculta a realidade trágica: seu único amigo no cativeiro era uma aranha que batizou de Peter.
Taseer também contou como ligou para sua mãe na província do Baluquistão (sudoeste), onde foi achado.

“Mamãe, eu fugi”, disse a ela.
Ele igualmente admitiu que sua esposa o comparou a Nicholas Brody, o soldado americano da série “Homeland”, que volta para os Estados Unidos depois de oito anos nas mãos da Al-Qaeda.

.

Fonte: G1