Congresso do Partido Comunista chinês (PCC) (Foto: Lee Jin-man / AP Photo)
O Partido Comunista chinês “disciplinou” um popular magnata do ramo imobiliário, conhecido por seu estilo direto e seus comentários críticos, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (2).
Em um comunicado publicado no site do distrito de Xicheng de Pequim, as autoridades informaram que Ren Zhiqiang “fez declarações equivocadas, contrárias à linha do partido, a seus princípios e políticas”.
“Decidiu-se dar ao companheiro Ren um ano de condicional”, afirmou comunicado.

Essa medida pode ser um passo prévio à expulsão do partido.
Dois artigos publicados em uma página simpatizante ao governo atacaram Ren por ele ter criticado nas redes sociais a propaganda difundida pelo partido.

“Quando o governo popular se converteu no governo do Partido”, dizia o comentário do magnata, que foi apagado.
Ren também criticou o uso de dinheiro dos contribuintes para fins que não são serviço público, mas orientadas aos interesses do partido.

.

Fonte: G1