Policiais holandeses são vistos em área isolada do aeroporto Schiphol, em Amsterdã, na noite de terça (12) (Foto: Michel van Bergen/ANP/AFP)
A polícia militar holandesa realizava nesta quarta-feira (13) uma investigação no aeroporto Schiphol de Amsterdã, um dos maiores da Europa, depois de receber um alerta na terça-feira, e um homem permanece detido.
Três semanas depois dos atentados de Bruxelas, dezenas de agentes armados foram enviados ao aeroporto, que foi evacuado por quatro horas na terça-feira à noite, depois de um alerta sobre uma “situação suspeita”.
O alerta foi suspenso 1h30 da madrugada (20h30 de Brasília, terça-feira).

Até o momento não se sabe o que está por trás do alerta, já que o esquadrão antibombas não encontrou nada suspeito na bagagem do homem suspeito.
“O homem detido pela situação suspeita em #Schiphol permanece em detenção”, afirmou a polícia militar holandesa em sua conta do Twitter.

A investigação prossegue, segundo a polícia, que não revelou a identidade do suspeito.
Durante o alerta nenhum voo foi prejudicado e as autoridades aeroportuárias confirmaram que não há atrasos previstos para quarta-feira.

A tensão é muito grande na Europa desde os atentados de 22 de março no metrô e no aeroporto de Bruxelas, que deixaram 32 mortos e foram reivindicados pelo grupo Estado Islâmico (EI), assim como os de 13 de novembro em Paris.
Os caças holandeses ampliaram a missão do país na campanha da coalizão internacional contra o EI, com bombardeios contra os extremistas na Síria desde fevereiro.

Por precaução, o governo aumentou as medidas de segurança em estações de trem e aeroportos, além de reforçar os controles na fronteira com a Bélgica.
O serviço de inteligência calcula que mais de 200 holandeses, incluindo 50 mulheres, se uniram ao EI no Iraque e Síria.

A polícia holandesa anunciou no início de abril a descoberta de 45 quilos de munições em uma casa de Rotterdã (oeste), onde um francês de 32 anos, Anis Bahri, suspeito de preparar um atentado, foi detido no fim de março a pedido de Paris.
Schiphol, que fica a 16 km de Amsterdã, é um dos aeroportos de maior movimento da Europa, com quase 50 milhões de passageiros por ano.

.

Fonte: G1