Mulher caminha em ponte do centro histórico da capital do Iêmen, Sanaa (Foto: REUTERS/Khaled Abdullah)
A trégua promovida pelas Nações Unidas entrou em vigor neste domingo (10), à meia-noite (18h, horário de Brasília), no Iêmen, anunciou o chefe do Estado-Maior do Exército leal ao governo, general Mohamed Ali al Makdashi.
Segundo ele, “a trégua entrou em vigor, e vamos respeitá-la (..

.) a menos que os rebeldes (xiitas) huthis a violem”.

“Em geral, os huthis não respeitam as tréguas, mas esperamos que façam isso desta vez”, afirmou, referindo-se aos rebeldes que controlam a capital Sanaa, assim como parte do norte e do oeste do país.
Os rebeldes xiitas huthis e seus aliados – os militares leais ao ex-presidente iemenita Ali Abdullah Saleh – garantiram, por sua vez, que se comprometem a respeitar a trégua.

Citadas em um comunicado publicado pela agência de notícias Saba, ambas as partes disseram ter enviado uma carta à ONU, comprometendo-se a “cessar as operações militares terrestres, marítimas e aéreas” no Iêmen.
.

Fonte: G1