Trump classificou estratégia de Cruz para obter delegados como ‘trapaça’ (Foto: Carlo Allegri/Reuters)
As preocupações do pré-candidato republicano à Presidência dos Estados UnidosDonald Trump sobre a maneira como os delegados do partido são distribuídos nas prévias se intensificaram nesta segunda-feira (11), quando acusou a campanha de seu adversário Ted Cruz de comprar votos depois de sua vitória no Colorado no fim de semana.
O bilionário de Nova York, que venceu várias primárias estaduais e lidera no número de delegados conquistados, está questionando a estratégia de Cruz, que usa regras partidárias estaduais para conquistar mais delegados na esperança de garantir a indicação republicana em julho em uma “convenção disputada” – quando nenhum pré-candidato obtém o número de delegados necessários nas primárias.
A campanha de Cruz é eficiente em Estados que têm um processo complexo de distribuição de delegados – entre eles o Colorado, onde o senador do Texas obteve 34 delegados na convenção estadual de sábado.

“As pessoas estão ficando loucas na área de Denver e no próprio Colorado”, disse Trump à rede de TV Fox News. “Estão ficando totalmente loucas porque não receberam nenhum voto.

Este foi dado por políticos – é uma trapaça”.
A campanha de Trump vem aumentando as queixas a respeito do sistema de distribuição de delegados, que varia de Estado para Estado, à medida que as perspectivas de uma “convenção disputada” começam a parecer a maneira mais provável de se escolher o candidato da legenda para a eleição presidencial do dia 8 de novembro.

O comitê de Cruz não respondeu de imediato a pedidos de comentários sobre as acusações mais recentes do magnata do setor imobiliário, mas sua porta-voz, Catherine Frazier, afirmou à CNN no domingo: “Mais ressentimento de Trump, que continua a ter chiliques cada vez que perde. Estamos vencendo porque fizemos o trabalho duro que uma organização de primeira exige”.

Um pré-candidato republicano precisa de 1.237 delegados para garantir a indicação e evitar a “convenção disputada”, que poderia envolver várias rodadas de votação dos delegados.

Trump tem 743 deles, e Cruz outros 545, segundo uma contagem da agência de notícias Associated Press.
Nesta segunda-feira, Trump também acusou Cruz de tentar roubar delegados da Carolina do Sul, onde Trump venceu em fevereiro.

Cruz ficou em terceiro, mas conquistou três delegados no sábado durante encontros em um distrito congressional, de acordo com a mídia local.
“Agora eles estão tentando pegar aqueles delegados um por um”, afirmou Trump à Fox News.

“Não é assim que a democracia deveria funcionar. Eles lhes oferecem viagens, lhes oferecem todo tipo de coisas, e têm direito de fazê-lo.

Você pode comprar todos esses votos”.
.

Fonte: G1