A Petrobras informou nesta quarta-feira (11) que a agência de classificação de risco Fitch revisou o nota da petroleira de “BB+” para “BB”, com perspectiva negativa.
A agência de classificação de risco rebaixou a Petrobras e mais empresas brasileiras na véspera. Outra empresa que reve sua nota revista foi a Samarco, “de BB- para CCC”.

Com isso, o rating da empresa passa a ser classificado como de “alto risco de inadimplência”, o mais baixo na escala de notas de crédito.
Essas reclassificações das notas refletem a mudança da nota soberana do Brasil, anunciada em no dia 5 de maio.

A nota foi reduzida de BB+ para BB. Foi o segundo rebaixamento da nota pela agência em seis meses.

.

Fonte: G1