Ex-presidente e controlador do banco BTG Pactual, André Esteves, durante entrevista em 2015 (Foto: REUTERS/Nacho Doce)
O BTG Pactual informou que o ex-presidente do banco André Esteves voltou a trabalhar na empresa como sócio sênior, “aconselhando o banco em temas estratégicos e apoiando o desenvolvimento de suas atividades e operações”.
Na segunda-feira, o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou o “recolhimento domiciliar” a que estava submetido o banqueiro, autorizando o retorno de Esteves ao trabalho.
“É com imenso prazer que anunciamos que André Esteves volta a integrar o partnership do BTG Pactual como Senior Partner, com foco nas questões do próprio partnership, aconselhando o Banco em temas estratégicos e apoiando o desenvolvimento de suas atividades e operações”, informou o BTG  em comunicado.

Apesar do retorno de Esteves para funções executivas do banco, o BTG informou que não haverá mudanças na estrutura de administração e governança. Nesse sentido, Persio Arida continuará como presidente do Conselho de Administração, Huw Jenkins como vice-presidente do Conselho de Administração, Claudio Galeazzi e Mark Maletz como conselheiros independentes e Marcelo Kalim e Roberto Sallouti como co-CEOs.

“Da mesma forma, o controle do banco não sofrerá nenhuma alteração, mantendo-se a G7 Holding (que não inclui André Esteves) como seu controlador com os mesmos 7 sócios”, acrescentou o BTG.
Esteves deixou o comando do BTG no final do ano passado.

Pelo acordo, os sócios Marcelo Kalim, Roberto Sallouti, Persio Arida, Antonio Carlos Porto Filho, James Marcos de Oliveira, Renato Monteiro dos Santos e Guilherme da Costa Paes passaram exercer o controle do banco por meio de uma holding a ser criada por eles.
.

Fonte: G1