Bovespa opera em queda nesta segunda (Foto: Reuters/Paulo Whitaker)
A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda nesta segunda-feira (27), em meio às incertezas nos mercados internacionais ainda repercutindo a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia. Papéis de peso como Petrobras e bancos foram os que mais pressionaram a baixa na bolsa paulista.
O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, caiu 1,72%, aos 49.245 pontos. Veja a cotação da bolsa hoje
Também nesta segunda-feira, o dólar fechou em alta de 0,44%, a R$ 3,3946 na venda, após chegar a R$ 3,4167 na máxima desta sessão e a R$ 3,3733 na mínima.

Em busca de segurançaInvestidores deram preferência a ativos considerados mais seguros neste pregão, quando a libra atingiu nova mínima de 31 anos contra o dólar.
Mas a Bovespa caiu menos que as bolsas europeias, em meio à perspectiva de que o Federal Reserve pode postergar a alta do juro nos Estados Unidos e de possíveis medidas de bancos centrais.

As ações de bancos ficaram entre as principais pressões negativas, com o Bradesco, Itaú Unibanco e o Banco do Brasil caindo em torno de 2% e 3%.
Petrobras também caiu mais de 5% nas ações ordinárias (que dão direito a voto em assembleias da empresa) e mais de 4% nas preferenciais (que dão preferência na distribuição de dividendos), enquanto a Vale perdeu mais de 1% nas ordinárias.

Último fechamentoA Bovespa fechou em forte queda na sexta-feira (24), após recuar mais de 3% durante o pregão, pressionada principalmente por ações ligadas a commodities, com a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia que também surpreendeu os mercados ao redor do mundo que apostavam nos últimos dias na permanência.
O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, recuou 2,82%, a 50.

105 pontos. Veja a cotação da bolsa hoje.

.

Fonte: G1