O índice que avalia o nível de confiança dos empresários do comércio avançou 7,2 pontos em agosto, passando de 74,9 para 82,1 pontos, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).Confiança dos empresários do comércio melhora em agosto. (Foto: Junot Lacet Filho/Jornal da Paraíba)
Melhoraram as avaliações do setor sobre a situação atual e sobre as expectativas em relação aos próximos meses.

Com a alta de 5,9 pontos em agosto, o Índice da Situação Atual (ISA-COM), usado no cálculo do indicador de confiança, subiu 5,9 pontos, chegando a 72 pontos.
Já o Índice de Expectativas (IE-COM) subiu 8,2 pontos em agosto, atingindo 93 pontos, o maior desde agosto de 2014 (95).

Houve alta dos indicadores que medem o grau de otimismo tanto com as vendas nos três meses seguintes quanto com a evolução da situação dos negócios nos 6 meses seguintes.
“O resultado de agosto consolida a tendência de alta da confiança do Comércio em 2016, com alguma melhora na percepção sobre o ambiente atual dos negócios.

Ainda assim, a distância recorde de 21 pontos entre os índices que medem expectativas e percepção sobre o momento presente (IE e ISA) ilustra o fato de que, em agosto, o setor apresenta um grau de otimismo em relação ao futuro que se aproxima da neutralidade mas continua enfrentando grandes dificuldades no dia a dia”, afirma Aloisio Campelo Jr., Superintendente de Produção de Bens Públicos da FGV/IBRE, por meio de nota.

.

Fonte: G1