A Rua São Caetano, no Centro de São Paulo, conhecida como ‘Rua das Noivas’ por ser referência nacional em roupas e acessórios para casamentos, vem sofrendo muito com a queda de faturamento nos últimos meses. A produção do Bom Dia São Paulo, em parceria com o G1, fez um levantamento com 88 lojas que ficam no primeiro quarteirão da rua, entre os números 18 e 392, e constatou que ao menos 113 vagas de trabalho foram fechadas nesse trecho nos últimos doze meses – uma queda de 15%.Dioneide Moura, proprietária de uma loja atacadista de vestidos de fabricação própria, passou a dormir no trabalho de segunda-feira a sábado.

Com problemas para colocar as contas em dia desde o início do ano, ela decidiu economizar os cerca de R$ 20 que gastava todos os dias com o transporte para ir de casa, em Carapicuíba, para o centro da capital.“Eu estou economizando quanto, por semana? Bastante, né! Para mim é melhor ficar aqui no serviço.

E adianto mais, trabalho às vezes à noite. O que eu dava de serviço para fora, hoje eu já não dou mais, hoje eu mesma estou fazendo.

Para não pagar para outra pessoa fazer”, conta Dioneide, que está há mais de 20 anos na ‘Rua das Noivas’.
A maioria dos proprietários reclama de uma forte queda no faturamento.

Segundo os relatos, os ganhos caíram em média 52% no período. Em algumas lojas, a queda chegou a 80%.

O levantamento aponta que, em julho de 2015, essas lojas empregavam, ao todo, 775 pessoas. Agora, em julho de 2016, esse número caiu para 662.

O número de demissões foi menor que a queda do faturamento. Segundo lojistas, um dos motivos é que boa parte do salário dos funcionários é baseada em comissões de vendas.

Com a queda no movimento, o ganho desses trabalhadores também despencou.Lojas fechadas na Rua São Caetano, no Centro de São Paulo (Foto: Gianvitor Dias/TV Globo)“Você vê as funcionárias tudo nas portas das lojas.

Muito difícil você ver alguém lá dentro trabalhando com as noivas. O pessoal não está gastando nada”, relata Otília Brasil, que trabalhou como vendedora por quase 40 anos, muitos deles na Rua São Caetano, e desde o final do ano passado está desempregada.

No quarteirão, 92 lojas estão abertas e oito fechadas – segundo os lojistas vizinhos, é devido à crise. Quatro estabelecimentos não aceitaram participar do levantamento.

A pesquisa não levou em conta cinco imóveis no começo da rua, ainda fechados em decorrência de um incêndio na Rua São Caetano em novembro de 2012.Veja abaixo a história da Rua São Caetano, a ‘Rua das Noivas’, mostrada em reportagem do Antena Paulista:
.

Fonte: G1